A Felicidade de uma Mente Livre

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Solte!





Solte o amor.  Se ele se for, deixe-o ir, somente em total liberdade é que se pode estar de fato junto com alguém. Se ele não voltar, não era verdadeiramente o seu amor. Se ele voltar... Maktub*
Solte as amarras, elas são ilusórias. Um elefante adulto só permanece amarrado a um banquinho porque foi treinado desde bebê a ficar assim. Ele perde a noção da força que tem. Assim somos nós também.
Solte o cinto que "o piloto não fugiu" coisíssima nenhuma! Quem aperta o cinto da poltrona de passageiro e deixa o comando à deriva pode se estatelar no chão quando o avião cair. Vá "lá pra frente" agora mesmo e assuma o comando, pois o piloto é você mesmo e é somente você quem pode pilotar a sua vida!
Solte a imaginação. Einstein já dizia: "Imaginação é tudo! É a prévia das atrações futuras". Então, invente, pense diferente, sonhe, planeje, arrisque, ouse, crie. E depois, AJA!
Solte a voz, deixe a vergonha de lado e cante no chuveiro, no quintal, no carro. Se possível, faça um cursinho básico de canto pra afinar um pouquinho a sua voz, mas se não der, cante assim mesmo. Já diz o velho ditado: "Quem canta, seus males espanta". Experimente.
Solte o verbo e defenda o que é certo, justo, direito, legal, moral e ético. Chega de ficar passivamente só olhando as coisas acontecerem e não fazer parte de uma mudança efetiva na sua casa, no seu bairro, na sua cidade, no seu país, no nosso planeta. Solte o verbo e faça críticas construtivas, elogie o que é belo e bem feito, dê sugestões, participe. Estamos construindo algo novo no planeta Terra!
Solte as tranças Rapunzel e assuma seus cabelos naturais. Deixe o secador de lado de vez em quando, seus cabelos são belos como são. E é bom demais sair ao vento de cabelos molhados.
Solte os descartáveis, copos, pratos, sacolas, ........................, e passe pro seu lado! Cuide da mãe natureza que te acolhe tão bem.
Solte a fera que existe em você. O leão, a leoa, sei lá... aquele/aquela que luta pelos seus direitos e que cumpre bem direitinho as suas responsabilidades. Que se assume do jeito que é. Que não deixa "pra amanhã" o que pode ser feito hoje. Que não culpa nada e ninguém e assume total responsabilidade por si mesmo.
Solte o cinto de segurança. Não o do carro quando estiver dirigindo (!!!), mas o cinto que te impede de enfrentar os desafios por medo, o medo que paralisa, que te deixa estagnado, que não te permite viver, amar e ser feliz. O que foi que os seus medos fizeram de realmente bom pra você até hoje???
Solte o grito guardado há tanto tempo à espera de ser ouvido. Solte o grito da paz, o grito que comemora, o grito que vibra - e solte ALTO: Yes! Uhu! Valeu! Gooooooooooool, do Brasil! ...
Solte a pergunta que não quer calar. Pergunte. Com cortesia, com delicadeza, sem impor nada. O pior que pode acontecer é não obter a resposta. Mas, pelo menos, você exercitou o seu direito de perguntar.
Solte a culpa. Ela não te leva a lugar algum e só traz mais dor. Aprenda com suas falhas, erros e "micos" e deixe tudo pra trás. Limpe a bagunça da melhor maneira que puder e compreenda que você fez o melhor que pôde com a maturidade e o entendimento que tinha naquele momento.
Solte o passado (memórias) e o futuro (expectativas). O AGORA é o único lugar onde se encontra o seu verdadeiro Poder. Permanecer neste local sagrado é uma questão de exercício, de prática.
Solte tudo o que te prende, seja o que for. Solte todos os que você mantém presos de alguma forma, com seus pensamentos, mágoas, apegos... vibrando uma energia que não faz bem a ninguém. 
Solte os nós que você, porventura, tenha deixado pra trás. Solte, seja pedindo perdão, seja clareando situações ou dizendo o que sente. Mas, liberte-se. Faça isso com verdade e honestidade. Se o outro não compreender, abençoe e siga em frente. Entregue ao Criador, Ele sabe o que fazer. Confie, Aceite e Agradeça tudo.
Solte o sapo que ficou entalado na garganta um dia porque você teve medo de dizer o que sentia, ou porque não soube dizer "não". Coloque seus próprios limites e aprenda a respeitar os limites dos outros. Com doçura, com verdade, transparência e amor.
Solte a língua e peça perdão. Ou diga, de uma vez por todas, "eu te amo". Você não sabe quanto tempo ainda a outra pessoa vai estar por aqui..., ou perto de você.
Solte o perdão que você não concedeu por achar que o outro teria que "ser perfeito" ou "não deveria ter feito..." seja lá o que for. Você também não é perfeito! Sua Essência, Essa sim é Perfeita. "Seja", então, a sua essência e fuja dos julgamentos.
Solte as lembranças amargas e o pensamento negativo. O pensamento dirigido construtivamente pode edificar maravilhas ao seu redor.
Solte pipa, tenha você a idade que tiver. Volte a ser criança e curta, dê risada, corra e, de preferência, faça você mesmo a sua pipa, bem colorida.
E, já que você não pode soltar os passarinhos que estão na gaiola porque eles morreriam, solte essa ideia! Recuse-se terminantemente a compactuar com isso. Os animais, tanto quanto você, foram feitos para serem LIVRES!
Solte a arma! Desarme-se! Fale com amor, olhe com amor, escreva com amor, sorria com amor, corrija com amor, conserte com amor,  se expresse com amor, faça tudo com amor, ame com amor. Você está aqui pra ser feliz!
Solte o eu e seja o Eu. "Eu Sou...". Só assim, você pode ser plenamente preenchido.
Solte uma boa gargalhada e ria, ria, ria muito. Ainda que você fique com algumas rugas, fará bem à sua saúde, à sua alma e vai te ajudar a trazer mais e mais alegria pra sua vida.

Essas são algumas coisinhas que tenho aprendido ao longo do tempo. E agora me solta que eu tô indo embora.

Ah, só mais um detalhe. Maktub*, pra quem não sabe, significa "estava escrito".

Namastê!

Regina Tavares.
Ho'oponopono é demais!














Essa postagem foi feita em 2010, no Blog que me ensinou a fazer um Blog [Permitindo a Alegria]. Como pretendo desativá-lo  brevemente, estou repostando algumas coisas que têm a ver.
E para aqueles que têm dificuldade de 'Soltar' fica a dica: O Ho'oponopono é uma excelente ferramenta para ajudar a limpar memórias, padrões e programas negativos de apego, controle, medo de perder, ciúmes, enfim, o nosso ego... Porque bom mesmo é SER LIVRE, deixar os OUTROS LIVRES e deixar a porta aberta, não... escancarada pra SER FELIZ!




8 comentários:

  1. Regina, excelente texto! Parabéns. Estou adorando acompanhar seu blog! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Grata Mariana! Fico realmente feliz! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso...muitoo bom d+....obrigada....show....ameiii ! <3

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso...muito bom d+....show...ameiii...obrigada <3 Grata ! bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Maria! Grata pelo carinho! Beijos

      Excluir
  5. parabéns querida!!! que perfeição..puro amor!

    ResponderExcluir