A Felicidade de uma Mente Livre

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Palavras que Curam


Publicação do Blog da Redação (Rede Globo)

http://tvg.globo.com/novelas/amor-eterno-amor/blog-da-redacao/platb/2012/07/10/palavras-que-curam/




PALAVRAS QUE CURAM

ter, 10/07/12









































































































por julianapetrini |

Na próxima edição da Cena Contemporânea vocês vão poder ler uma matéria muito interessante escrita pelaMiriam Allende, com fotos fantásticas tiradas pelo Pedro Fonseca. Eles fizeram uma super pesquisa sobre os amuletos, orações diárias e mantras e descobriram que em quase todas as religiões existem esse “apoios” de fé que as pessoas usam no dia a dia, nos momentos de aflição.
Mesmo quem não tem uma religião definida, mas tem fé em alguma coisa, geralmente gosta de carregar consigo uma imagem de um santo, uma fitinha, um patuá ou uma medalha… Já parou para observar? E existem ainda aquelas orações que você tem “guardadas” na mente e sempre repete nos momentos difíceis, ou até mesmo como agradecimento por uma graça recebida.
Mas durante a pesquisa o Pedro e a Miriam se depararam com uma oração muito forte que ouviram da boca de um amigo: “Eu sinto muito. Por favor, me perdoe. Eu te amo. Muito obrigado.” Eles ficaram intrigados com esse “mantra”, até que eu, que ainda sou só uma estagiária mas sempre estive ligada em tudo, ouvi os dois falando sobre isso e matei a charada: trata-se do ho’oponopono, uma prática milenar de origem havaiana. É um processo de cura que visa gerar equílibrio e paz interiores, emanando para o universo os sentimentos de amor, gratidão, compaixão e perdão.
Pode pesquisar na internet ou nas bibliotecas: você vai encontrar muita coisa interessante sobre o assunto e pode se surpreender como as palavras e, principalmente, suas atitudes têm poder de mudar o mundo a sua volta!
Então, me despeço de vocês com o ho’oponopono: “Eu sinto muito. Por favor, me perdoe. Eu te amo. Obrigada!”
Gostaram? Então pratiquem e espalhem essa energia positiva pelo mundo!
Beijos,
Juliana



2 comentários:

  1. Parabéns Juliana Petrini por ajudar a divulgar o Ho'oponopono, uma técnica que ainda intriga muita gente, até o próprio nome ... "Rô o quê?" Para os que se interessarem, recomendo o livro "Limite Zero" de Joe Vitale. Minha vida deu um salto quando começei a praticar o ho'oponopono. Namastê (((♥)))

    ResponderExcluir